Arquivos do Blog

Adobe – Curiosidades

A auto construção com argila têm se demonstrado a resposta mais apropriada em vários países da África, Ásia e America Latina e, talvez a única via possível das pessoas pobres poderem adquirir uma casa digna.

Em alguns países , tal como Tajikistán, a argila é usada diretamente da terra e é moldada nos cimentos para construir muros que crescem à medida que a argila seca. Sem encargos, neste artigo nos referimos a adobes, o “tijolos de argila sem cozimento” e, seu uso correto na construção de uma casa segura de acordo com experiências comprovadas em várias partes de países da América Latina, como Guatemala e Peru.

Tudo começa com a seleção correta do solo para a fabricação dos adobes, um solo que não deve conter argila pura, mas areia também é uma proporção de 40% a 60%. Mistura-se o solo com água e deixa curar por 3 dias para alcançar a fermentação adequada e então se fabricam alguns tijolos para testes.

Na maioria dos casos, se acrescenta fibra natural para obter melhores resultados. Se os adobes racharem após 24hs, é necessário adicionar mais areia, porém se não resistirem ao peso de um homem depois de 21 dias, deve acrescentar argila. Em qualquer caso, o teste prático deve ser realizado para indicar a combinação ideal.

Quando se encontrar  uma mistura apropriada, se começa a produção do adobe utilizando moldes de madeira ou metal. Recomenda-se que estes sejam quadrados para condições sísmicas de um tamanho de 30x30x8cm ou 40x40x8cm. Os adobes médios devem ser fabricados  para recobrimentos nas esquinas e intersecções de muros em “T”. Os tijolos de adobe se secarão ao sol e poderão ser usados quando estiverem secos depois de 10-15 dias.

O terreno para a construção da casa de adobe deve cumprir alguns requisitos. O terreno deve ser nivelado, seco e sólido e o lugar para a casa deve ser situado na parte mais alta de forma a evitar a penetração da água. Os cimentos devem ser fortes com uma largura 1,5x a espessura das paredes.
Por Marcelino Castro

Anúncios

Como fazer parede de pneu

Paredes com pneus velhos

Nas montanhas altas e frias do Chile alguns residentes acharam um meio de construir uma casa que é barata e confortável. O material de construção usado foi pedra local (prontamente disponível), pneus reciclados (também prontamente disponíveis e grátis), vigas de madeira e uma quantia pequena de cimento. Sendo feita de material reciclado a construção de paredes com pneus reciclados é ideal para pessoas que têm acesso a poucos recursos, mas podem dispor de mais tempo para construir a própria casa.

 

AS VANTAGENS DA CONSTRUÇÃO COM PNEU RECICLADO:

  • Saúde pública: a disposição de pneus velhos é de interesse e importância para a saúde, especialmente em áreas tropicais onde os pneus rapidamente podem criar ambientes favoráveis para proliferação de mosquitos. Incorporando os pneus na construção, este problema será totalmente evitado.
  • Contaminação da atmosfera: um método comum de disposição dos pneus é a queima dos mesmos. Esta prática não é oficialmente permitida por causa da contaminação severa da atmosfera, entretanto ainda é uma prática comum, pois evita a criação de mais habitat de mosquitos, especialmente em áreas onde a Febre Amarela e a Dengue apresentam sérios problemas de saúde. Novamente, o uso de pneus dentro das paredes de edifícios evitará tal problema.
  • Baixo custo: sendo feita essencialmente de terra e material que normalmente será jogado fora, a estrutura principal da casa será eficiente e de baixo custo. Entretanto, o método exigirá trabalho intensivo. Uma solução ideal para comunidades com baixo acesso de recursos.
  • Estruturalmente forte e flexível: as paredes grossas são compostas de pneus enchidos com terra e socadas até que os pneus comecem a se deformar. Camadas subseqüentes moldam esta deformação, formando um cadeado mecânico poderoso. Além do mais o peso das paredes criará uma estrutura forte e estável. Paredes retas são fáceis de construir, mas com este método de construção, paredes circulares ou curvas serão igualmente simples e fáceis de construir.

 

MÉTODO BÁSICO DE CONSTRUÇÃO

As paredes têm muito contato com a terra devido a sua largura. Se a terra local for basicamente estável, não será necessária a utilização de fundações de concreto. As filas iniciais de pneus podem ser colocadas diretamente na terra (menos vegetação!). Cada pneu será cheio com terra e esta será compactada dentro de toda cavidade do pneu. Este enchimento continuará até os pneus começarem a se deformar e se expandir (para cima). Os pneus das filas de cima serão cheios até se deformarem e se encaixarem uns nos outros, criando uma ligação mecânica forte dentro das camadas subseqüentes.

Para criar uma superfície mais lisa e evitar o consumo excessivo de massa no enchimento das lacunas entre os pneus.Uma camada final de gesso pode produzir uma superfície lisa e limpa.

Manual em Power point: manual-de-construcao-c-pneu